• Nota à imprensa

    06/12/2017 Categoria: Esclarecimentos

    Nota à imprensa

    O comércio ilegal feito por camelôs nos Terminais do Eixo Anhanguera é um gravíssimo problema público, pois além de ser ilegal, contribui diretamente para a saturação do ambiente, desorganização e criminalidade no local. Dificulta muito a realização do serviço de transporte coletivo. Vale lembrar que os terminais são equipamentos públicos para uso da população.

    Acreditamos que a solução do problema passa diretamente pela atuação integrada da fiscalização urbana, guarda civil, polícia militar, CMTC e apoio do Ministério Público. Cabe ao RedeMob Consórcio, em nome da Metrobus, providenciar a limpeza, organização, ações em prol da segurança das pessoas e operação das viagens no Eixo Anhanguera.

    Em relação à operação de hoje (6) no terminal Padre Pelágio, o RedeMob Consórcio esclarece que, trata-se de uma ação pública integrada de combate ao comercio ilegal nos Terminais do Eixo Anhanguera, liderada pela Fiscalização Urbana, com apoio da Guarda Civil Metropolitana, PM e CMTC. Na operação de hoje foram encontradas armas brancas com alguns camelôs, o que comprova que estas pessoas estão relacionadas com os diversos crimes que vem ocorrendo nos Terminais.

    Por último, todos os vigilantes que atuam no Eixo Anhanguera são devidamente treinados e orientados a agir com total responsabilidade, afim de proporcionar maior segurança aos clientes que utilizam os Terminais. Hoje, infelizmente os vigilantes tiveram que reagir diante das agressões e ameaças praticadas pelos camelôs. O RedeMob Consórcio reitera que repudia qualquer ato de violência e que trabalha para melhorar continuamente o serviço de Transporte Público da Região Metropolitana de Goiânia.

     

  • RedeMob Consórcio recebe profissionais que atuam no transporte coletivo da Colômbia

    29/11/2017 Categoria: Esclarecimentos

    O RedeMob Consórcio recebe nesta quarta-feira (29), uma comitiva de colombianos que atuam no transporte coletivo de Medelín, na Colômbia. Eles vieram à Goiânia com o objetivo de conhecer o modelo de gestão, infraestrutura e tecnologia adotados pela Rede Metropolitana de Transportes Coletivos (RMTC), já que a capital é referência em tecnologia e gestão operacional no País. Os visitantes foram recebidos pelo diretor executivo do RedeMob Consórcio, Leomar Avelino.

  • Corredores do transporte público podem facilitar a operação da rede

    18/11/2017 Categoria: Esclarecimentos

    Congestionamentos, semáforos inoperantes, acidentes, entre outros, são algumas das eventualidades que podem afetar direta e negativamente o cumprimento de horários e a regularidade das viagens no transporte público, prejudicando assim a qualidade do serviço ofertado. Por outro lado, facilidades como corredores preferenciais ou exclusivos oferecem vantagens expressivas na fluidez do deslocamento dos ônibus.

    Do dia 16 a 20 de outubro, foi realizado um estudo pelo RedeMob Consórcio que identificou as 20 vias mais impactadas pela lentidão no trânsito dos veículos do transporte público em Goiânia e região metropolitana. A pesquisa revelou que 65% das vias mais impactadas são consideradas corredores estruturantes a serem requalificados ou implantados. Esta característica foi definida e é assegurada em lei pelo Plano Diretor do município de Goiânia. Dentre as vias mais afetadas pela lentidão no trânsito estão: Rua 82, Av. 4ª Radial, Av. Castelo Branco, Av. 85, Av. 24 de Outubro, Av. Eurico Viana, Av. Rio Verde, Av. Assis Chateaubriand, Av. Alpes, Rodovia GO-070, Alameda Contorno e Av. T-9.

    Um transporte público de qualidade depende, dentre outros fatores, que seja dada a ele a prioridade frente aos modos motorizados individuais. Apesar dos comuns desafios inerentes ao trânsito em grandes cidades, estratégias que priorizam a operação do transporte público coletivo podem contribuir, significativamente, para a melhoria da mobilidade urbana na Região Metropolitana de Goiânia.

    Avenida T-9, Goiânia

  • Programação das linhas Citybus no feriado

    01/11/2017 Categoria: Esclarecimentos

  • Chuvas causam atrasos nas linhas do transporte coletivo

    04/10/2017 Categoria: Esclarecimentos

    As chuvas começaram a cair e já têm afetado o trânsito na região metropolitana de Goiânia e, consequentemente, a fluidez do transporte público.

    Na segunda-feira, 2/10, a lentidão, fruto dos congestionamentos, causou atrasos em 59% das viagens, no período da manhã, entre o pico das 7h às 8h. Entre os locais afetados estavam: Avenida 85, T-9, T-63, T-10, T-7, Assis Chateaubriand, Avenida Goiás, Praça Cívica, Avenida César Lattes e BR-153, em Goiânia, e Avenida Rio Verde e Avenida São João, em Aparecida de Goiânia.

    Os semáforos inoperantes em alguns pontos contribuíram para agravar a situação. Segundo o Instituto Nacional de Pesquisas Espacias (INPE), até amanhã ainda teremos pancadas de chuva fortes a qualquer hora do dia.

Categorias

Posts recentes

Tags