• Prefeito de Valinhos (SP) anuncia aumento de 10,5% na tarifa dos ônibus municipais

    19/01/2018 Categoria: Tarifa

    Conselho Municipal do Transporte chegou a propor 23% de reajuste na última terça-feira (16), o que elevaria o valor da passagem para R$ 4,70; tarifa definida pela prefeitura ficou em R$ 4,20

    ALEXANDRE PELEGI

    Após o Conselho Municipal do Transporte Coletivo (CMTC) de Valinhos (SP) divulgar nesta terça-feira, dia 16, que o valor da tarifa dos ônibus municipais passaria de R$ 3,80 para R$ 4,70, o prefeito Oreste Vitale rejeitou a proposta e divulgou, nesta sexta-feira (19), que o valor será 50 centavos menor, R$ 4,20, a valer a partir do dia 1º de fevereiro.

    O índice de reajuste proposto pelo Conselho, rejeitado pelo prefeito, era de 23,7%.

    A prefeitura alterou o índice proposto pelo CMTC após se reunir com os empresários de ônibus da ‘Sou Valinhos’, empresa que opera o serviço na cidade, na noite desta quinta-feira (18).

    O decreto com o valor de R$ 4,20 será publicado ainda nesta sexta-feira no Diário Oficial do Município.

    Desta forma, ao invés de 23,7% de reajuste, o índice agora será de 10,5%. Mesmo assim, este índice é 3,5 vezes maior que a inflação no período, de 2,95%.

    Valinhos é uma cidade com 120 mil habitantes, situada na região metropolitana de Campinas (SP).

    O prefeito de Valinhos, que rejeitou o reajuste maior proposto, mas aprovou um valor superior à tarifa de cidades muito maiores, justificou o aumento concedido. Ele atribuiu a necessidade de um aumento maior aos custos dos insumos do setor de transportes,  como o preço do diesel, que aumentou 56% entre 2016 e o começo deste ano.

    Outro fator foi o salário dos funcionários da empresa de ônibus, que receberam reajustes de 12%.

    Alexandre Pelegi, jornalista especializado em transportes

  • Tarifa de ônibus em Sorocaba (SP) sobe para R$ 4,20 no dia 17

    15/01/2018 Categoria: Tarifa

    Subsídio ao sistema será de R$ 68 milhões neste ano

    ADAMO BAZANI

    A prefeitura de Sorocaba, no interior de São Paulo, anunciou nesta terça-feira, 09 de janeiro de 2018, que a tarifa básica do ônibus municipais vai subir de R$ 4,10 para R$ 4,20 no próximo dia 17 de janeiro (uma quarta-feira). O aumento é de 2,44%

    O passageiro pode comprar os créditos com o valor atual de R$ 4,10 até o dia 15. Estes créditos terão validade de apenas 90 dias, ou seja, até 15 de abril.

    Na capital paulista, por exemplo, os créditos têm validade ilimitada.

    Ainda de acordo com a prefeitura de Sorocaba, o vale-transporte, comprado pelos empregadores aos funcionários, passa no dia 17 de janeiro de R$ 4,60 para R$ 5,25.

    Já o passe-estudantil passa de R$ 1,60 para R$ 2.

    Aos domingos a tarifa que era de R$ 2,50 vai para R$ 4.

    Segundo a prefeitura, em nota, os “valores estão alinhados com as metas previstas no PPA (Plano Plurianual do Município) 2018-2021.”

    Em Sorocaba, a integração ocorre por uma hora, período pelo qual os passageiros podem usar até quatro linhas de ônibus no mesmo sentido de trajeto, ou seja, não poder ser usada para a volta. As gratuidades para idosos são concedidas a partir dos 60 anos.

    A administração do prefeito José Crespo calcula que neste ano, o subsídio ao sistema de transportes será de R$ 68 milhões e explica que a complementação ajuda a custear parte das gratuidades. A nota ainda diz que o aumento é necessário porque houve aumento nos custos para as empresas operarem os transportes e diminuição no número de passageiros.

    O reajuste da tarifa foi necessário para que a Prefeitura de Sorocaba possa reduzir o subsídio ao transporte, que para o ano de 2018 foi projetado em aproximadamente R$ 68 milhões. O subsídio nada mais é do que o repasse de recursos orçamentários que o poder público deve fazer às duas empresas concessionárias (Consor e STU) que atuam no Sistema de Transporte Coletivo da cidade para amenizar os impactos das gratuidades e benefícios oferecidos à população. Ele ainda supre a diferença financeira entre o valor da tarifa pública e a remuneração dos serviços das empresas de ônibus, que inclui a tarifa técnica e o custo por quilômetro rodado.

    Além disso, a necessidade do reajuste considera também os reflexos da inflação na variação de preços sobre os insumos que incidem no custo do transporte, como pneu e combustível, desde o último reajuste aplicado no dia 2 de março de 2017. Nos últimos nove meses, o litro do óleo diesel subiu R$ 0,33. Segundo a ANP (Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis), o preço médio de revenda do diesel em Sorocaba passou de R$ 2,89 em abril do ano passado para R$ 3,22 em dezembro do mesmo ano, ou seja, teve um aumento de um pouco mais de 10%.

    Outra necessidade do aumento da tarifa ocorre devido à queda acentuada de passageiros transportados registrada nos últimos 5 anos. Em 2013, a média de usuários pagantes no transporte por mês foi de 4.864.139,58. Em 2017, esse volume foi de 4.025.387,73 (janeiro a novembro), ou seja, 838.751 passageiros a menos por mês, o que representa uma queda de 17,24% nos últimos 5 anos.

    Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

  • Tarifa de ônibus em Osasco (SP) subiu para R$ 4,35 no último domingo, 7

    14/01/2018 Categoria: Tarifa

    Valor atual é de R$ 4,20. Reajuste tem pouca divulgação

    ADAMO BAZANI

    A tarifa de ônibus municipal de Osasco, na Grande São Paulo, passou para R$ 4,35 no último domingo, 7 de janeiro de 2017.

    O valor atual é de R$ 4,20.

    O decreto 11.600 do prefeito Rogério Lins, autorizando reajuste, foi publicado na edição do Diário Oficial de Osasco da sexta-feira, 5.

    Além disso, de acordo com a publicação oficial, a meia-tarifa para estudantes será concedida conforme a frequência dos alunos às aulas.

    O sistema municipal é operado pela Auto Viação Urubupungá e Viação Osasco.

    Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

    Publicado em 6 de Janeiro de 2018 por blogpontodeonibus

  • Tarifa de ônibus foi a R$ 4,35 em Carapicuíba (SP) nesta quarta-feira, 10

    13/01/2018 Categoria: Tarifa

    É o mesmo valor já aplicado em Osasco e Barueri

    ADAMO BAZANI

    Desde quarta-feira, 10 de janeiro de 2018, a tarifa de ônibus municipais de Carapicuíba, na Grande São Paulo, passou de R$ 4,20 para R$ 4,35.

    De acordo com decreto do prefeito Mauro Aurélio dos Santos Neves, o último reajuste ocorreu por decreto de 26 de dezembro de 2016 e o aumento é necessário para “assegurar o equilíbrio econômico e financeiro no Município”.

    É o mesmo valor aplicado em Osasco e Barueri, que também pertencem ao Consórcio Intermunicipal da Região Oeste – Cioeste, que reúne municípios da região.

    O indicativo é que outras cidades da região tenham tarifas de ônibus com o mesmo valor.

    Em Itapevi, a tarifa também subiu. O reajuste foi aplicado na terça-feira, 9 de janeiro.

    Em outra região da Grande São Paulo, os prefeitos do ABC Paulista se reuniram no dia 9 de janeiro, no Consórcio Intermunicipal ABC, e as tarifas de transportes públicos estão na pauta.

    As sete cidades da região não têm tarifa única, havendo diferenças entre os municípios.

    Publicado em 9 de Janeiro de 2018 por blogpontodeonibus

  • Prefeita de Cajamar (SP) reajusta tarifa de ônibus para R$ 4,35

    12/01/2018 Categoria: Tarifa

    Prefeita Dalete de Oliveira (PCdoB) sancionou o reajuste na tarifa do transporte público.

    ALEXANDRE PELEGI

    A partir deste sábado, dia 13 de janeiro, ficará mais caro andar de ônibus em Cajamar, município da Região Metropolitana de São Paulo com cerca de 75 mil habitantes.

    A prefeita interina Dalete de Oliveira (PCdoB) sancionou nesta quarta-feira (10) o reajuste na tarifa do transporte público municipal, que a partir da 0h deste sábado (13) passa a valer R$ 4,35, um aumento de R$ 0,15 sobre os atuais R$ 4,20.

    O reajuste representa um aumento de 3,5%, segundo a Auto Viação Urubupungá, que presta o serviço de transporte na cidade.

    O novo valor da passagem vale para todas as linhas que fazem os seguintes trajetos:

    Conj. Maria Luiza/ Jd. Muriano,

    Conj. Maria Luiza/ Polvilho,

    Pq dos Bandeirantes/ Pq São Roberto,

    Ponunduva/ Conj. Maria Luiza,

    Conj. Maria Luiza/ Centro Cajamar,

    Col. da Anhanguera / Santana de Parnaíba – Centro Santana Parnaíba.

    Na cidade de São Paulo, distante 29 km de Cajamar, as tarifas de transporte público por ônibus, trens e metrô subiram em janeiro de 2018 de R$ 3,80 para R$ 4,00.

    Cajamar teve 11 mudanças de prefeito entre 2016 e 2017.

    No dia 11 de dezembro de 2017, o Tribunal Regional Eleitoral (TRE) confirmou decisão do juiz Filipe Levada e cassou os mandatos de Paula Ribas de Andrade (PSB) e sua vice, Dalete Oliveira (PCdoB) – que assumira recentemente o cargo no lugar de Paula, afastada pela Justiça. Paula é esposa do prefeito eleito de Cajamar nas últimas eleições, preso em abril de 2017 (e solto meses depois).

    Com essa decisão o novo prefeito da cidade passou a ser o presidente da Câmara de Vereadores, Eurico Missé. Mas no dia 20 de dezembro, o TRE concedeu liminar com efeito suspensivo garantindo o retorno de Dalete Oliveira como prefeita de Cajamar.

    Alexandre Pelegi, jornalista especializado em transportes

    Publicado em 12 de Janeiro de 2018 por blogpontodeonibus em Notícia,

Categorias

Posts recentes

Tags