• Usuários do transporte coletivo podem denunciar crimes nos ônibus e terminais pelo WhatsApp

    17/12/2014 Categoria: segurança

    Denúncia WhatsApp

    Com a instalação de um posto da Central de Segurança de Transportes do Consórcio Rmtc dentro do Comando de Operações da Polícia Militar (Copom), os passageiros e funcionários da Rede Metropolitana de Transportes Coletivos da Grande Goiânia (RMTC) podem denunciar crimes ou atitudes suspeitas dentro de ônibus e terminais também através do WhatsApp.

    O serviço é fruto de uma parceria firmada entre as concessionárias do transporte público e a Secretaria da Segurança Pública de Goiás com o objetivo de combater a criminalidade no transporte coletivo da Região Metropolitana de Goiânia. Ele foi iniciado de forma experimental em março deste ano e, desde então, já recebeu e encaminhou à autoridade policial mais de 1.400 denúncias que resultaram em cerca de 100 detenções.

    Para o Comandante do Policiamento da Capital, Coronel Divino Alves, a atuação conjunta dos operadores do transporte público com os órgãos de segurança pública garante maior agilidade nas ações de prevenção e resposta à criminalidade dentro de ônibus e terminais urbanos. Ele também destaca a importância da participação da própria população nesse processo: “Cada cidadão precisa entender que segurança pública é uma responsabilidade de todos nós, seja na cautela e atenção com o que ocorre à sua volta, seja no ato de fazer a denúncia sempre que perceber uma situação suspeita”.

    A divulgação do número e das instruções para denúncia deve ser intensificada a partir desta quinta-feira, dia 18, em todos os terminais geridos pelo Consórcio Rmtc, dentro dos ônibus e nos canais de comunicação da Polícia Militar e da RMTC.

     

    Veja como é fácil denunciar

    Denúncia WhatsApp

    O serviço funciona todos os dias das 4h30 à 1h da madrugada e trata exclusivamente de denúncias relacionadas à segurança pública.

  • Nota sobre denúncia de adolescente agredido por torcida organizada

    13/11/2014 Categoria: segurança

    O Consórcio Rmtc informa que está empreendendo todos os esforços possíveis para apurar informações que possam colaborar com as investigações da Polícia Civil sobre o caso do adolescente que teria sido agredido por integrantes de uma torcida organizada, em Goiânia, no último domingo, dia 9. As imagens do circuito de segurança dos terminais por onde os torcedores passaram serão entregues ainda hoje à delegada responsável pelo inquérito.

    O Consórcio entende que a forma violenta com que as torcidas organizadas vêm agindo na sociedade e no transporte coletivo é uma questão de segurança pública e, como tal, deve ser investigada pelos órgãos competentes. As concessionárias do transporte público da Região Metropolitana de Goiânia têm trabalhado em parceria com a Secretaria da Segurança Pública de Goiás, investindo em ferramentas que possam facilitar a denúncia e contribuir para a elucidação de crimes como este.

    Desde agosto deste ano, qualquer cidadão pode denunciar crimes ou atitudes suspeitas dentro dos ônibus e terminais. Para isto basta enviar uma mensagem de celular, via SMS ou WhatsApp, para o número (62) 8591-8952, informando o que está acontecendo, o nome do terminal e/ou número do ônibus. A denúncia é recebida pelo posto de Segurança do Consórcio Rmtc instalado dentro do Comando de Operações da Polícia Militar, que pode agir rapidamente enviando a viatura mais próxima ao local.

    Este serviço funciona todos os dias das 5h à 1h30 da madrugada e recebe somente denúncias relacionadas à segurança no transporte público. Como o contato é “silencioso”, o passageiro pode contribuir para sua própria segurança sem precisar se expor.

    O Consórcio lembra que todos os motoristas da RMTC também são orientados, equipados e treinados para comunicar qualquer irregularidade que venha a ocorrer na operação à Central de Controle Operacional ou ao posto da Central de Segurança de Transportes no COPOM.

  • Rapaz é detido após tentativa de assalto no Terminal Garavelo

    05/11/2014 Categoria: segurança

    Alerta dos passageiros e esforço conjunto dos vigilantes do terminal e da Polícia Militar levaram à detenção do acusado, que portava uma pistola falsa. Ele foi encaminhado ao 4º DP de Aparecida, mas foi liberado logo em seguida

     

    Pistola apreendida no Garavelo

    Na noite da última terça-feira, 4, um rapaz foi detido no Terminal Garavelo após roubar o celular de uma cliente e tentar embarcar em um ônibus da linha 003 (T. Maranata / Rodoviária – Eixo T-7). Segundo testemunhas, ele e outros quatro adolescentes que teriam fugido antes da abordagem estavam assaltando os clientes dentro do terminal com uma pistola falsa.

    Depois de ouvir o alerta dos passageiros, os vigilantes do terminal abordaram o rapaz e acionaram o posto da Central de Segurança de Transportes do Consórcio Rmtc no Copom. A Polícia deteve o acusado e o conduziu ao 4º Distrito Policial de Aparecida de Goiânia, onde foi liberado.

    Os clientes que estavam no terminal e presenciaram o fato aplaudiram a rápida atuação dos vigilantes e da Polícia Militar e afirmaram que esta não é a primeira vez que os mesmos adolescentes foram vistos cometendo roubo e furto no local.

    O gestor de Segurança de Transportes do Consórcio Rmtc, Sandro Guimarães, afirmou que a parceria entre o Consórcio e a Secretaria da Segurança Pública tem sido importante para combater a criminalidade no transporte coletivo. “Desde que a parceria foi estabelecida, em março deste ano, o posto que temos dentro do Copom já recebeu mais de 1.200 denúncias via SMS, Whatsapp, radiofrequência e outros sistemas de comunicação interna que resultaram num total de 81 detenções”, relatou.

    Para denunciar algum crime ou ameaça à segurança pública nos ônibus e terminais do transporte coletivo basta enviar um SMS ou Whatsapp para o número (62) 8591-8952, informando qual a ocorrência e o terminal ou número do ônibus.

  • Sistema de monitoramento da segurança começa a funcionar em 160 ônibus do transporte coletivo

    26/08/2014 Categoria: segurança

    Goiânia será a primeira Região Metropolitana do Brasil a adotar um sistema de monitoramento da segurança no transporte coletivo em tempo real. A partir dessa semana o serviço Olho no Ônibus passará a contar com um novo sistema de monitoramento através de câmeras que serão instaladas em todos os ônibus da Rede Metropolitana de Transportes Coletivos. As primeiras 640 câmeras já estão funcionando de forma experimental em 160 veículos que circulam na área Oeste da RMTC. O projeto faz parte das melhorias previstas no Pacto Metropolitano pela Qualidade do Transporte Público e deve ser concluído até o fim deste ano.

    O novo sistema será oficialmente apresentado pelo Consórcio Rmtc nesta terça-feira, 26, durante a 22ª Reunião do Fórum de Mobilidade Urbana. No evento, representantes do Fórum de Mobilidade Urbana, do Fórum Empresarial de Goiás, da Secretaria da Segurança Pública, das concessionárias e da Companhia Metropolitana de Transportes Coletivos (CMTC) farão um balanço do Pacto celebrado em abril deste ano entre concessionárias, Governo Estadual e prefeituras dos 18 municípios que integram a Região Metropolitana.

    “Agora, além de ferramentas de controle e transparência operacional, o Olho no Ônibus também vai abranger um conjunto de ações para a melhoria contínua e integrada entre transporte público e segurança pública”, antecipa o diretor geral do Consórcio, Leomar Avelino.

    Cada ônibus terá quatro câmeras, três filmando o interior do veículo e uma na parte frontal. Quando o sistema estiver funcionando em toda a frota da Grande Goiânia, serão mais de 25 mil horas de imagens armazenadas e analisadas diariamente. Por meio de parceria com a Secretaria da Segurança Pública de Goiás, as imagens também são transmitidas em tempo real para o posto de segurança do Consórcio Rmtc instalado desde março deste ano dentro do Comando de Operações da Polícia Militar (Copom).

    O posto recebe denúncias relacionadas à segurança de clientes ou funcionários do transporte coletivo por meio de SMS, WhatsApp, rádio ou Sistemas Inteligentes de Transporte. Ao ser acionado, o controlador de segurança tem acesso às imagens e à localização exata de cada ônibus em tempo real e repassa à segurança pública todas as informações necessárias para agir rapidamente na prevenção e repressão à violência.

    Para o Major Marcos Luciano de Lima, responsável pelo Copom, o sistema de monitoramento nos ônibus tende a contribuir com o trabalho dos órgãos de segurança pública no combate à criminalidade. “A câmera é um fator inibidor da violência. Nos locais onde elas são instaladas, a tendência é que o crime não ocorra. E, se vier a ocorrer, essas imagens serão de fundamental importância para a elucidação dos fatos”, ressalta.

    Como denunciar

    O gestor de Segurança de Transportes do Consórcio Rmtc, Sandro Guimarães, destaca que a colaboração dos profissionais e usuários do transporte coletivo é essencial para o sucesso do trabalho desenvolvido pelo posto de segurança de transportes no Copom: “Além de adotar os cuidados que a Polícia sempre recomenda para não facilitar a ação de criminosos, é possível denunciar crimes ou atitudes suspeitas dentro dos ônibus e terminais de forma fácil e discreta”.

    Para fazer uma denúncia basta enviar uma mensagem de celular, via SMS ou WhatsApp, para o número (62) 8591-8952. No texto a pessoa deve informar qual a ocorrência e o nome do terminal ou número do ônibus em que está. O posto funciona todos os dias das 4h30 à 1h da madrugada e recebe exclusivamente denúncias relacionadas à segurança no transporte público.

    Para quem deseja pedir informações, fazer reclamações, denúncias ou sugestões sobre a utilização do transporte coletivo, a RMTC disponibiliza o telefone 0800-648-2222

  • Nota sobre motorista agredido por assaltante na linha 158

    04/07/2014 Categoria: segurança

    O Consórcio Rmtc lamenta profundamente o fato ocorrido por volta das 22h da última quinta-feira, 3 de julho, quando um motorista da RMTC foi ferido por assaltantes em um ônibus da linha 158 (T. Pe. Pelágio / B. Vitória – Via Vl. Mutirão).

    Ao perceber a ação dos criminosos dentro do veículo, o motorista tentou chegar até o posto policial da GO-070, mas um dos assaltantes o agrediu com uma faca.  Os três criminosos fugiram, mas um dos suspeitos da tentativa de homicídio já foi identificado e detido pela Polícia Militar.

    O motorista foi encaminhado ao Hospital de Urgências de Goiânia, onde passou por uma cirurgia, e felizmente não corre risco de morte. A concessionária responsável está dando toda a assistência necessária.

Categorias

Tópicos recentes

Tags