• Apresentação cultural de dança italiana anima o dia no Terminal Padre Pelágio

    26/01/2017 Categoria: Rota Cultural

    A quinta-feira (26) foi diferente no Terminal Padre Pelágio, localizado no Setor Ipiranga, região noroeste da capital. Para mudar a rotina, espantar a preguiça e alegrar os clientes da RMTC, uma turma animada e cheia de energia deu uma aula de disposição. O grupo Terceira Dança do Centro de Convivência de Idosos Cândida de Morais (CCI-CM), unidade da Organização das Voluntárias de Goiás (OVG), realizou um aulão público com apresentação da dança popular italiana Tarantela. Ao final, os usuários do transporte coletivo foram convidados para um grande bailão.

    A atividade cultural proposta pelo grupo teve a orientação do professor Mauro Mendes da Silva, que duas vezes por semana ministra aulas na unidade da OVG. O grupo de dançarinos, com idades entre 60 e 85 anos, convidou crianças, jovens e adultos que estavam no terminal para dançar. Os ritmos foram da dança italiana, passando pelo forró pé-de-serra, o samba e o bolero.

    Ao ver o grupo de idosos com o figurino da dança italiana, Raiana Santana dos Santos, 9 anos, ficou encantada. Quando soube que poderia participar, foi a primeira a entrar na roda e seguir as orientações do professor. “Gosto muito de dança e até já me apresentei na minha escola”, disse.

    O aposentado Ady Araújo Santana, 56 anos, mora sozinho perto do Terminal Padre Pelágio. Para fugir da solidão, Ady pega um ônibus e anda pela cidade. Ele frequenta um salão de dança no Bairro Feliz e ficou entusiasmado com a programação multidisciplinar do CCI-CM.

    A ação cultural agradou também Vanderlúcia, cliente do transporte público. Ela estava na fila para embarcar no Eixo Anhanguera com destino ao Terminal Bíblia. Ela ficou contente com a animação de todos que participavam e até esperou um pouco mais para embarcar. “As ações culturais alegram o dia dos que frequentam diariamente os terminais”, relatou.

    Mauro Mendes é professor há um ano do CCI Cândida de Morais. Para ele, as aulas ajudam na autoestima, as dinâmicas incentivam os idosos a ficarem ativos, além de exercitar o corpo e a mente e trabalhar a socialização. A integrante do grupo Terceira Dança, Maria Gercina de Lima, 80 anos, frequenta a unidade há 2 anos. Ela confessou que as atividades mudaram sua vida. “O dia que eu consigo levantar e andar um pouco, vou para a aula de dança. Se eu pudesse morava no Cândida de Morais”, afirmou.

    O Centro de Convivência Cândida de Morais oferece diversas atividades gratuitas para pessoas a partir de 60 anos de idade. De acordo com a gerente do CCI-CM, Ana Celina Machado, são ofertadas 11 oficinas: inclusão digital; treinamento funcional (equilíbrio e fortalecimento muscular); atividades pedagógicas; jogos lúdicos; coral; teclado; dança, beleza, além de sessão de cinema e trabalhos manuais. Diariamente, cerca de 110 idosos são recebidos para participar de alguma atividade. Por mês, o CCI-CM recebe cerca de 440 idosos. Para se inscrever em alguma das atividades basta levar a cópia do RG e do comprovante de endereço, além de muita disposição.

    Os terminais de integração da região metropolitana de Goiânia contam com uma programação cultural permanente que desde julho do ano passado tem levando ações das diversas linguagens artísticas aos clientes da RMTC.

     

  • Terminal Padre Pelágio recebe apresentação de Tarantela nesta quinta-feira

    25/01/2017 Categoria: Rota Cultural

     

    Governo Junto dos Idosos CCI_CM 006

    O Terminal Padre Pelágio recebe, na manhã desta quinta-feira (26), o grupo Terceira Dança do Centro de Convivência de Idosos Cândida de Morais (CCI-CM), que fará uma apresentação da dança popular italiana intitulada Tarantela. O grupo, que é coordenado pelo professor Mauro Mendes da Silva, se apresentará gratuitamente, às 9 horas, para os clientes do transporte público coletivo que estiverem no terminal.

    O CCI-CM é uma unidade da Organização das Voluntárias de Goiás (OVG) que oferece atendimento multidisciplinar a pessoas com mais de 60 anos. O intuito da unidade é de estimular a interação social, troca de experiência, além de valorizar os idosos.

    Serviço:
    O que: Apresentação Cultural “Tarantela”
    Onde: Terminal Padre Pelágio
    Quando: 26/01 – quinta-feira, às 9h
    Gratuito para os clientes do transporte público que estiverem no terminal

  • Última apresentação do ano do Projeto Cantando para Goiânia no Terminal Isidória

    21/12/2016 Categoria: Rota Cultural

    Acontece hoje, às 9 horas, no Terminal Isidória, o último evento do ano do Projeto Cantando para Goiânia. A apresentação será feita pelo Coral Vozes de Goiânia que é formado por funcionários da Prefeitura com regência do maestro Gilberto Araújo.

    Cantando para Goiânia é uma ação do RedeMob Consórcio e da Companhia Metropolitana de Transportes Coletivos (CMTC) em parceria com a Prefeitura de Goiânia. O objetivo é espalhar cultura pelos terminais integração e tornar o cotidiano dos cidadãos que utilizam o transporte coletivo mais descontraído.

    fbcantandoparagyn-02

  • Cantata de Natal chega ao Terminal Cruzeiro

    07/12/2016 Categoria: Rota Cultural

    Hoje, às 9 da manhã, o Terminal Cruzeiro, localizado em Aparecida de Goiânia, recebe o Coral do Corpo de Bombeiros para uma Cantata de Natal. O evento faz parte do projeto “Cantando para Goiânia: Humanização dos Terminais” promovido pelo Redemob Consórcio em parceria com a Companhia Metropolitana de Transportes Coletivos (CMTC), com o objetivo de levar música aos terminais de integração da Região Metropolitana de Goiânia.

    O projeto teve início em agosto de 2016 e desde então as apresentações culturais tem sido realizadas dentro dos terminais com uma boa aceitação pelos clientes. Além do projeto musical, os terminais começaram a receber a Gelateratura, uma geladeira customizada onde são disponibilizados livros de diversos gêneros e autores, inclusive goianos, para que a população possa ler dentro ou fora dos terminais. As geladeiras já estão instaladas no Terminal Isidória e Praça da Bíblia e a previsão é expandir para todos os outros.

    cantata-de-natalcruzeiro-01

  • Gelateratura chega ao Terminal Praça da Bíblia

    02/12/2016 Categoria: Rota Cultural

    dsc_0105-2

    Nesta quinta-feira, 1 de dezembro, o projeto Gelateratura foi lançado no Terminal Praça da Bíblia, região leste de Goiânia. A ação é promovida pelo RedeMob Consórcio e Companhia Metropolitana de Transportes Coletivos (CMTC) em parceria com o Grupo Gepetto, idealizador do Gelateratura. Em uma geladeira customizada são disponibilizados livros de diversos gêneros e autores, inclusive goianos, para que a população possa ler dentro ou fora dos terminais. Os exemplares ofertados foram doados por parceiros.

    A iniciativa foi aprovada pelos clientes. A manicure Helen Rodrigues Moreira, 30, parabenizou a iniciativa e disse que vai ajudar a divulgar, ela gosta de livros de autoajuda e, por isso, levou para casa o exemplar de “Depressão e Autoconhecimento – Como extrair preciosas lições dessa dor”, de Wanderley Oliveira.

    helen-rodrigues-moreira

    O estudante Luis Carlos Pereira, 25, não conhecia o projeto Gelateratura e ficou muito curioso e instigado com a iniciativa. Acredita que é importante o estímulo à leitura. “Quando as pessoas tem acesso a livros elas percebem que ler é um hábito muito bom”, disse. Luis gosta de biografias e livros literários e na manhã desta quinta-feira levou consigo a obra “O Demônio Familiar”, do escritor brasileiro José de Alencar, uma peça teatral escrita em 1857.

    A professora Aparecida Costa Reis, 32, da Escola Municipal Osterno Potenciano e Silva que fica no Setor Castelo Branco aproveitou seu desembarque no terminal e levou um livro para seu sobrinho de 6 anos, além de um livro para sua aluna surda. É uma amante de livros. “Eu tinha quase 40 livros em casa. Doei todos para as crianças da minha Igreja porque acredito na leitura”, afirmou.

    A atendente de terminal, Jeane Ramos, 42, ficou surpresa com a ideia de uma geladeira com livros gratuitos para os usuários do transporte coletivo. “Espero que essa ideia seja bem aceita e que as pessoas não só leiam e devolvam os livros, como também façam doações para o projeto crescer”, sugeriu. Segundo ela, em sua casa há vários livros que já foram lidos e que agora já tem destino certo – a Gelateratura do Terminal Praça da Bíblia.

    Participação especial
    O evento de lançamento teve a apresentação do Coral dos Correios que encantou todos que aguardavam a chegada do ônibus. O grupo é formado por funcionários ativos, aposentados e dependentes e existe há 27 anos. Eles se apresentam o ano todo em eventos internos e externos. De acordo com Cláudia Pereira, do departamento de Integração dos Correios, o objetivo do coral é a valorização do colaborador e a disseminação da cultura, “a gente já percebeu que melhora a saúde física e emocional dos funcionários que gostam de participar e a produtividade também”.

Categorias

Tópicos recentes

Tags