• Passagem de comando da divisão do Batalhão de Terminal da PM

    04/08/2020 Categoria: Segurança

    O Batalhão de Terminais, criado em 2018, nasceu para reforçar a parceria da RMTC com a Secretaria de Segurança Pública (SSP) do Estado de Goiás, por meio da Polícia Militar (PM),  contribuindo significativamente com a redução nos registros de crimes no sistema de transporte público coletivo, principalmente aqueles cometidos nos terminais de integração.

    Desde sua criação, segundo dados da própria Secretaria de Segurança Pública, calcula-se uma redução na ordem de 73% nas ocorrências da criminalidade no sistema de transporte público coletivo.

    A cerimônia de passagem de comando da divisão do 1º Batalhão de Polícia Militar de Terminal ocorreu no último dia 24 de julho, sendo presidida pelo Coronel Edeson Ferreira Moura, Comandante do Policiamento da Capital, onde o Tenente-Coronel Daniel Vinícius Toledo entregou o comando do 1º Batalhão de Terminal ao Major Anderson de Oliveira, visando dar continuidade ao excelente trabalho realizado nos terminais do transporte público da Região Metropolitana de Goiânia.

    A RMTC enaltece a parceria firmada com a Secretaria de Segurança Pública, colocando à disposição todos os seus recursos humanos e tecnológicos para fornecer a qualquer hora informações que possam subsidiar as forças Policiais, em prol dos profissionais que trabalham no sistema e principalmente em benefício aos milhares de clientes do transporte público coletivo na Região Metropolitana de Goiânia.

  • Prefeitura de Goiânia lança campanha Alô, Vizinho!

    30/06/2020 Categoria: Segurança

    Com o objetivo de envolver vizinhos na batalha contra a violência doméstica durante  a pandemia, a Prefeitura de Goiânia, por meio da Secretaria Municipal de Políticas para as Mulheres (SMPM), lança nesta terça-feira (30/6)a campanha “Alô Vizinho!”.

    A iniciativa é uma idealização da Secretaria Nacional de Políticas para as Mulheres SNPM/Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos (MMFDH), que visa promover orientações de segurança para mulheres e informações para toda a vizinhança informando os canais de denúncias e exemplificando os  atos de violência previstos na lei Maria da Penha.

    A ação será feita por meio de distribuição e divulgação de material informativo. As peças indicam canais de denúncias como o Ligue 180, aplicativo Direitos Humanos Brasil, o portal da Ouvidoria Nacional dos Direitos Humanos (ONDH), 190 da Polícia Militar, 197 da Polícia Civil, 153 da Guarda Civil metropolitana (GCM) e o Aplicativo Goiás Seguro (que contém o Alerta Maria da Penha).

    Os folders serão afixados no interior dos ônibus da Rede Metropolitana de Transporte Coletivo (RMTC) e nos postos de saúde. Ainda contará com a disponibilização da arte em pdf no site do Sindicato dos Condomínios e Imobiliárias do Estado de Goiás (Secovi-GO). O sindicato possui mais de 3 mil associados que poderão imprimir a arte e colocar nos espaços comuns dos condomínios. A divulgação ainda será feita nas redes sociais da Prefeitura de Goiânia e instituições parceiras.

    Segundo a titular da pasta, Ana Carolina Almeida, a replicação da campanha  se deve ao aumento do número de casos de violência doméstica em Goiânia. “As famílias estão convivendo mais tempo juntas dentro de casa devido à pandemia, por isso, os conflitos acabam surgindo. Precisamos que as pessoas próximas nos apoiem nesta causa  a fim de interromper  as  situações que podem levar ao feminicídio”, disse.

    A atividade conta com os seguintes apoiadores: Tribunal de Justiça de Goiás (MP-GO); Ministério Público do Estado de Goiás (MP-GO); Defensoria Pública do Estado de Goiás (DP-GO); Polícia Civil do Estado de Goiás (PC-GO); Associação dos Magistrados do Estado de Goiás (Asmego); Sindicato dos Condomínios e Imobiliárias (Secovi-GO); Rede Metropolitana de Transportes Coletivos de Goiânia (RMTC) e Secretaria Municipal de Saúde (SMS).

    Violência Doméstica
    Dados do Ligue 180 indicam que, durante o período de quarentena, houve um aumento de quase 9% no número de ligações para o canal, que recebe denúncias específicas de violência contra a mulher.

    A ONDH informou que a média diária entre os dias 1º e 16 de março foi de 3.045 ligações recebidas e 829 denúncias registradas e de 3.303 ligações recebidas e 978 denúncias registradas entre os dias 17 e 25 do mesmo mês.

    Em casos de emergência, acione:
    190 Patrulha Maria da Penha da Polícia Militar

    197 da Polícia Civil

    153 Programa Mulher Mais Segura da Guarda Civil Metropolitana

    Orientações psicológicas, jurídicas e de assistência social, ligue para:

    (62) 98306-0191 – Secretaria Estadual de Desenvolvimento Social

    (62) 3524-2933 – Secretaria Municipal de Políticas para Mulheres da Prefeitura de Goiânia

    Ligue 180.

    Apoio jurídico, ligue para:

    (62) 98307-0250 – Defensoria Pública do Estado de Goiás.

    Para denunciar e solicitar Medidas Protetivas de Urgência, ligue:

    1ª Deam – 3201-2801 / 2802

    2ª Deam – 3201-6344 / 6332

    Roberta Amorelli, da editoria de Políticas Para as Mulheres

  • Máscaras são distribuídas nos terminais de Aparecida e Goiânia

    18/06/2020 Categoria: Segurança

    Passageiros e motoristas do transporte coletivo de Goiânia e região Metropolitana receberam nesta quinta-feira, 18 de junho, máscaras de tecidos, grandes aliadas na prevenção contra o coronavírus. A entrega aconteceu nos Terminais Garavelo, Maranata e Vila Brasília, em Aparecida de Goiânia, e no Terminal Padre Pelágio, em Goiânia. A ação faz parte da Campanha de Combate à Propagação do Coronavírus, iniciativa do Governo de Goiás, por meio da Organização das Voluntárias de Goiás (OVG) e do Gabinete de Políticas Sociais (GPS). Foram entregues mais de 20 mil máscaras.

    “Até que tenhamos a vacina, a máscara é uma das melhores formas de prevenção contra a Covid-19. E como nos terminais e dentro dos ônibus há grande movimentação de pessoas, decidimos realizar esta ação”, pontuou a diretora-geral da OVG, Adryanna Melo Caiado.

    A presidente de honra da Organização, coordenadora do Gabinete de Políticas Sociais, primeira-dama Gracinha Caiado, também ressaltou a importância do acessório. “A máscara é um item obrigatório nos dias de hoje. E os trabalhadores que precisam se deslocar utilizando o transporte coletivo nem sempre têm condições de comprá-la, ainda mais na crise em que estamos vivendo. Nosso dever é ajudar na prevenção desta doença que vem fazendo tantas vítimas em todo o mundo”.

    O auxiliar de serviços gerais João Salviano, 28 anos, garantiu a sua máscara ao voltar do trabalho, no terminal Padre Pelágio. “Achei ótima essa ação. A gente que anda de ônibus corre muito risco e a máscara serve como barreira de proteção. E precisamos ter muitas para trocar sempre”.

    A distribuição das máscaras nos terminais começou no último dia 9 de junho. Na ocasião foram entregues os 14.400 itens de proteção nos terminais Novo Mundo, Padre Pelágio, das Bandeiras, Cruzeiro e Praça da Bíblia.

  • Agora, o uso de máscara é obrigatório!

    07/05/2020 Categoria: Segurança

    Por determinação do Governo do Estado de Goiás, todas as pessoas devem usar máscaras, inclusive no transporte público coletivo.

    Recomenda-se não fazer uso do serviço de transporte público coletivo caso apresente algum sintoma gripal (febre, tosse, dificuldade para respirar ou dor de garganta).

    A RMTC agradece a compreensão de todos na prevenção contra a disseminação do Coronavírus!

  • RedeMob Consórcio inaugura novas instalações da Polícia Militar no Terminal Cruzeiro

    20/03/2020 Categoria: Segurança

    O RedeMob Consórcio inaugurou nesta quinta-feira (19/03) as novas instalações da Polícia Militar no Terminal Cruzeiro, em Aparecida de Goiânia. O local destinado à equipe consolida a parceira desenvolvida com a RMTC, garantindo a presença da Polícia Militar no ambiente do transporte coletivo.

    As instalações para a PM no Cruzeiro contam com infraestrutura de internet para auxiliar no trabalho dos policiais. O local funciona como uma central de atuação da Polícia Militar na região e também reforça a segurança dos passageiros do transporte coletivo na Rede Metropolitana de Transportes Coletivos (RMTC).

    A atuação dos policiais que fazem o patrulhamento dos terminais de integração está totalmente coordenada com o monitoramento em tempo real promovido pelo RedeMob Consórcio e conta ainda com a contribuição dos profissionais de segurança da Escudo.

    Entre as medidas de atuação da Polícia Militar, estão a possibilidade de registro do TCO (Termo Circunstancial de Ocorrência) dentro do terminal.

Categorias

Posts recentes

Tags