• Prefeitura de Goiânia lança campanha Alô, Vizinho!

    30/06/2020 Categoria: Segurança

    Com o objetivo de envolver vizinhos na batalha contra a violência doméstica durante  a pandemia, a Prefeitura de Goiânia, por meio da Secretaria Municipal de Políticas para as Mulheres (SMPM), lança nesta terça-feira (30/6)a campanha “Alô Vizinho!”.

    A iniciativa é uma idealização da Secretaria Nacional de Políticas para as Mulheres SNPM/Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos (MMFDH), que visa promover orientações de segurança para mulheres e informações para toda a vizinhança informando os canais de denúncias e exemplificando os  atos de violência previstos na lei Maria da Penha.

    A ação será feita por meio de distribuição e divulgação de material informativo. As peças indicam canais de denúncias como o Ligue 180, aplicativo Direitos Humanos Brasil, o portal da Ouvidoria Nacional dos Direitos Humanos (ONDH), 190 da Polícia Militar, 197 da Polícia Civil, 153 da Guarda Civil metropolitana (GCM) e o Aplicativo Goiás Seguro (que contém o Alerta Maria da Penha).

    Os folders serão afixados no interior dos ônibus da Rede Metropolitana de Transporte Coletivo (RMTC) e nos postos de saúde. Ainda contará com a disponibilização da arte em pdf no site do Sindicato dos Condomínios e Imobiliárias do Estado de Goiás (Secovi-GO). O sindicato possui mais de 3 mil associados que poderão imprimir a arte e colocar nos espaços comuns dos condomínios. A divulgação ainda será feita nas redes sociais da Prefeitura de Goiânia e instituições parceiras.

    Segundo a titular da pasta, Ana Carolina Almeida, a replicação da campanha  se deve ao aumento do número de casos de violência doméstica em Goiânia. “As famílias estão convivendo mais tempo juntas dentro de casa devido à pandemia, por isso, os conflitos acabam surgindo. Precisamos que as pessoas próximas nos apoiem nesta causa  a fim de interromper  as  situações que podem levar ao feminicídio”, disse.

    A atividade conta com os seguintes apoiadores: Tribunal de Justiça de Goiás (MP-GO); Ministério Público do Estado de Goiás (MP-GO); Defensoria Pública do Estado de Goiás (DP-GO); Polícia Civil do Estado de Goiás (PC-GO); Associação dos Magistrados do Estado de Goiás (Asmego); Sindicato dos Condomínios e Imobiliárias (Secovi-GO); Rede Metropolitana de Transportes Coletivos de Goiânia (RMTC) e Secretaria Municipal de Saúde (SMS).

    Violência Doméstica
    Dados do Ligue 180 indicam que, durante o período de quarentena, houve um aumento de quase 9% no número de ligações para o canal, que recebe denúncias específicas de violência contra a mulher.

    A ONDH informou que a média diária entre os dias 1º e 16 de março foi de 3.045 ligações recebidas e 829 denúncias registradas e de 3.303 ligações recebidas e 978 denúncias registradas entre os dias 17 e 25 do mesmo mês.

    Em casos de emergência, acione:
    190 Patrulha Maria da Penha da Polícia Militar

    197 da Polícia Civil

    153 Programa Mulher Mais Segura da Guarda Civil Metropolitana

    Orientações psicológicas, jurídicas e de assistência social, ligue para:

    (62) 98306-0191 – Secretaria Estadual de Desenvolvimento Social

    (62) 3524-2933 – Secretaria Municipal de Políticas para Mulheres da Prefeitura de Goiânia

    Ligue 180.

    Apoio jurídico, ligue para:

    (62) 98307-0250 – Defensoria Pública do Estado de Goiás.

    Para denunciar e solicitar Medidas Protetivas de Urgência, ligue:

    1ª Deam – 3201-2801 / 2802

    2ª Deam – 3201-6344 / 6332

    Roberta Amorelli, da editoria de Políticas Para as Mulheres

  • Máscaras são distribuídas nos terminais de Aparecida e Goiânia

    18/06/2020 Categoria: Segurança

    Passageiros e motoristas do transporte coletivo de Goiânia e região Metropolitana receberam nesta quinta-feira, 18 de junho, máscaras de tecidos, grandes aliadas na prevenção contra o coronavírus. A entrega aconteceu nos Terminais Garavelo, Maranata e Vila Brasília, em Aparecida de Goiânia, e no Terminal Padre Pelágio, em Goiânia. A ação faz parte da Campanha de Combate à Propagação do Coronavírus, iniciativa do Governo de Goiás, por meio da Organização das Voluntárias de Goiás (OVG) e do Gabinete de Políticas Sociais (GPS). Foram entregues mais de 20 mil máscaras.

    “Até que tenhamos a vacina, a máscara é uma das melhores formas de prevenção contra a Covid-19. E como nos terminais e dentro dos ônibus há grande movimentação de pessoas, decidimos realizar esta ação”, pontuou a diretora-geral da OVG, Adryanna Melo Caiado.

    A presidente de honra da Organização, coordenadora do Gabinete de Políticas Sociais, primeira-dama Gracinha Caiado, também ressaltou a importância do acessório. “A máscara é um item obrigatório nos dias de hoje. E os trabalhadores que precisam se deslocar utilizando o transporte coletivo nem sempre têm condições de comprá-la, ainda mais na crise em que estamos vivendo. Nosso dever é ajudar na prevenção desta doença que vem fazendo tantas vítimas em todo o mundo”.

    O auxiliar de serviços gerais João Salviano, 28 anos, garantiu a sua máscara ao voltar do trabalho, no terminal Padre Pelágio. “Achei ótima essa ação. A gente que anda de ônibus corre muito risco e a máscara serve como barreira de proteção. E precisamos ter muitas para trocar sempre”.

    A distribuição das máscaras nos terminais começou no último dia 9 de junho. Na ocasião foram entregues os 14.400 itens de proteção nos terminais Novo Mundo, Padre Pelágio, das Bandeiras, Cruzeiro e Praça da Bíblia.

  • Agora, o uso de máscara é obrigatório!

    07/05/2020 Categoria: Segurança

    Por determinação do Governo do Estado de Goiás, todas as pessoas devem usar máscaras, inclusive no transporte público coletivo.

    Recomenda-se não fazer uso do serviço de transporte público coletivo caso apresente algum sintoma gripal (febre, tosse, dificuldade para respirar ou dor de garganta).

    A RMTC agradece a compreensão de todos na prevenção contra a disseminação do Coronavírus!

  • RedeMob Consórcio inaugura novas instalações da Polícia Militar no Terminal Cruzeiro

    20/03/2020 Categoria: Segurança

    O RedeMob Consórcio inaugurou nesta quinta-feira (19/03) as novas instalações da Polícia Militar no Terminal Cruzeiro, em Aparecida de Goiânia. O local destinado à equipe consolida a parceira desenvolvida com a RMTC, garantindo a presença da Polícia Militar no ambiente do transporte coletivo.

    As instalações para a PM no Cruzeiro contam com infraestrutura de internet para auxiliar no trabalho dos policiais. O local funciona como uma central de atuação da Polícia Militar na região e também reforça a segurança dos passageiros do transporte coletivo na Rede Metropolitana de Transportes Coletivos (RMTC).

    A atuação dos policiais que fazem o patrulhamento dos terminais de integração está totalmente coordenada com o monitoramento em tempo real promovido pelo RedeMob Consórcio e conta ainda com a contribuição dos profissionais de segurança da Escudo.

    Entre as medidas de atuação da Polícia Militar, estão a possibilidade de registro do TCO (Termo Circunstancial de Ocorrência) dentro do terminal.

  • Toda a frota de veículos da Metrobus é equipada com câmeras de vídeo-monitoramento

    30/12/2019 Categoria: Segurança

    A decisão do Tribunal de Justiça do Estado de Goiás (TJ-GO) publicada nesta quinta-feira (26/12) que obriga a Metrobus a instalar câmeras de vídeo-monitoramento no interior do veículo em nada muda a operação e segurança da frota dos carros que operam no Eixo Anhanguera e extensões.

    Desde fevereiro de 2016, além das Plataformas e Terminais, toda a frota operacional da empresa passou a ter câmeras de vídeo-monitoramento no interior dos veículos. A implantação total do sistema terminou em outubro daquele ano.

    A Metrobus ressalta que as câmeras de vídeo-monitoramento são vinculadas ao Centro Integrado de Inteligência Comando e Controle (CICC) da Secretaria de Segurança Pública (SSP-GO), onde há comunicação direta de ocorrências ao longo da via. “A população do Eixo Anhanguera pode ficar tranquila, pois a decisão em nada altera o que já é realizado ao longo da via”, pontua Estênio Primo, assessor-jurídico da empresa.

    Quantitativo

    Nos ônibus articulados são 6 câmeras, enquanto nos bi-articulados há 7 pontos instalados. Há também câmeras nos Terminais e nas Estações do Eixo Anhanguera colocadas de forma estratégica para auxiliar a segurança dos que utilizam o transporte coletivo. “Elas dão total apoio preventivo para que as forças de segurança pública do Poder Público possam executar o trabalho da melhor maneira possível”, conclui Primo.

Categorias

Posts recentes

Tags