• Projeto leva exposição de fotografias a terminais do Eixo Anhanguera

    07/12/2017 Categoria: Rota Cultural

    Mostra ‘Céu de Anil’ é promovida pela RMTC

    A Rede Metropolitana do Transporte Coletivo (RMTC) realiza uma exposição de fotos nos terminais Praça da Bíblia e Padre Pelágio, em Goiânia. A mostra ‘Céu de Anil’ foi aberta no domingo (3/12) e segue até o dia 3 de fevereiro de 2018. As imagens refletem a riqueza cultural e religiosa do povo brasileiro e goiano.

    As fotografias expostas são do fotógrafo Wagner Araújo, e a curadoria da exposição é de Diógenes Moura, ex-curador da Pinacoteca de São Paulo. Entre as imagens, que têm um olhar mais artístico do que documental, estão registros das Congadas e Cavalhadas, retratos dos índios Kayapó e Krahô e muito mais.

    Segundo Wagner, a mostra reúne fotografias tiradas entre os anos de 2005 e 2016 em diferentes cidades brasileiras. “A exposição no terminal é uma experiência nova na minha carreira. A intenção é fazer com que as pessoas se identifiquem com as imagens, já que as fotos retratam a cultura e formação do nosso povo”, disse o fotógrafo em entrevista ao jornal A Redação.

    O gerente de marketing da RMTC, Fernando Noleto, explica que a exposição faz parte de um projeto da Rede que visa levar ações culturais para os terminais de Goiânia. “Levar cultura e informação para os passageiros do transporte público é muito importante. Acredito que a arte faz com que o trajeto fique mais leve e prazeroso para os passageiros”, explicou ao AR.

    O presidente da Metrobus, Marlius Braga Machado, também ressaltou a importância desse tipo de iniciativa nos terminais do Eixo Anhanguera.  “Desde o ano passado colocamos os terminais à disposição para receber a exposição e é muito interessante ver hoje a ‘Céu de Anil’ exposta aos clientes. Além de harmonizar esses espaços, também é uma forma de democratizar a arte, expondo, por exemplo, algumas particularidades da cultura indígena aos mais de 220 mil clientes que passam pelo Eixo Anhanguera.”

    Para o diretor executivo do RedeMob Consórcio, Leomar Avelino, é importante que em um ambiente com grande fluxo de pessoas haja espaço para os eventos culturais. “Temos muita satisfação em realizar estes eventos nos terminais, inclusive já concretizamos outros projetos. A cultura agrega sentido à vida das pessoas e faz parte de nossos valores cuidar das pessoas em nosso caminho, proporcionando a melhor experiência aos clientes que usam diariamente o transporte coletivo”.

    Exposição
    As 50 fotografias feitas por Wagner Araújo abordam as profundas manifestações de arte e religiosidade goianas e brasileiras a partir de uma visão poética e não apenas documental. As imagens revelam a miscigenação e pluralidade do povo brasileiro, suas manifestações culturais, e propõem uma reflexão sobre nossa ancestralidade.

    Para o curador da mostra, Diógenes Moura, a exposição sugere um instante de reflexão no trânsito dos terminais rodoviários, justamente no fluxo do dia a dia onde cada um dos transeuntes que por ali passam têm a possibilidade de olhar para si mesmo e rever o que lhes pertence: a Cavalhada em Pirenópolis, as Congadas em Goiás e Catalão, os retratos dos índios Kayapó, Krahô, os encontros de cultura na aldeia Multiétnica em São Jorge e Alto do Paraíso, a louvação à Yemanjá, em Salvador, na Bahia.

    “Porque o que é nosso, nos pertence, não se apaga, não se lastima. Pertence porque trata da nossa história. Pertence ao nosso corpo, ao conflito permanente entre dor e prazer que temos que enfrentar diariamente. Aqui está o Céu de Anil. Eis a nossa liberdade para existir, cantar, dançar, entrar em transe, e gritar, cada vez mais. Simplesmente porque somos vencedores”, ressaltou o curador.

    Céu de Anil foi contemplado pelo Fundo de Arte e Cultura do Estado de Goiás 2016, do Governo do Estado de Goiás, por meio da Secretaria Estadual de Educação, Cultura e Esporte (Seduce), e fica em cartaz até 03 de fevereiro.

    Fonte: A Redação.

  • Aulão de dança aberta ao público anima clientes no Terminal Padre Pelágio

    20/07/2017 Categoria: Rota Cultural

    O grupo Terceira Dança do Centro de Convivência de Idosos (CCI) Cândida de Morais espalhou muita disposição aos clientes da Rede Metropolitana de Transportes Coletivos (RMTC) em aulão de dança, realizado na manhã desta quinta-feira (20), às 9 horas, no Terminal Padre Pelágio.

    Vários clientes, que estavam presentes no Terminal, dançaram forró e vários outros ritmos com o grupo de idosos, alunos da CCI, unidade da Organização das Voluntárias de Goiás (OVG).

    O aulão teve duração 2 horas e foi conduzido pelo professor Mauro Mendes da Silva e pela psicóloga Rosana Siqueira. Vários clientes e idosos dançaram com muita energia e alegria, depois que fizeram um bom aquecimento.

    Para se inscrever no projeto, é necessário ter acima de 60 anos e condições de ir e voltar da unidade, que fica na Rua Palmares, no Setor Cândida de Morais.

    O Centro de Convivência de Idosos Cândida de Morais oferece cursos de inclusão digital; treinamento funcional; atividades pedagógicas; dança; trabalhos manuais; cozinha terapêutica; oficina de beleza, além de roda de conversas e jogos lúdicos. Cerca de 200 idosos frequentam assiduamente.

    A inscrição pode ser feita na CCI, é aberta durante todo o ano e exige cópias do RG e comprovante de endereço do idoso. Para mais informações, ligue em 3201-6398.

  • Terminais Bíblia e Pelágio recebem programação da 6ª Semana de Teatro de Goiás

    24/03/2017 Categoria: Rota Cultural

    Começa nesta segunda-feira em Goiânia a 6ª Semana de Teatro de Goiás, com espetáculos e homenagens em vários pontos da Capital. O evento é uma produção do Grupo de Theatro Arte e Fogo. Em seu sexto ano consecutivo, a Semana de Teatro de Goiás vem com o intuito de mostrar e debater o cenário da produção cultural do Estado de Goiás com apresentação de espetáculos de Cias de teatro da capital e do interior. Mais de trinta peças e intervenções serão encenadas em palcos, nas ruas e em espaços alternativos pela cidade. As apresentações vão até o dia 29 deste mês.

    “Neste ano será feita uma homenagem especial ao padre Sérgio Bernadoni, da Cara Vídeo, onde foi realizada a primeira Semana em 2012, um grande incentivador da cultura em Goiás, que faleceu no ano passado. Vamos homenagear outros trabalhadores da arte que também contribuíram com a evolução do teatro goiano, como ocorreu nas mostras passadas. A Semana de Teatro se propõe a levar cultura a população, sem cobrança de ingresso, mostrando a esta população a diversidade da produção do teatro goiano com espetáculos de grupos de vários municípios. É uma festa democrática da arte teatral do Estado”, afirmou Delgado Filho, diretor do Grupo de Theatro Arte e Fogo. A data também é propícia, tendo em vista que no dia 27 é comemorado o Dia Internacional de Teatro, sendo esta uma forma de também homenagear os profissionais que atuam no meio das artes cênicas.

    Dividida em dois temas, No Palco e Na Rua, a Semana de Teatro contará com diversas apresentações ao longo dos dez dias, em horários alternados. “ O Grupo Arte e Fogo busca com a promoção da Semana de Teatro, mostrar belos espetáculos e valorizar o artista não só da capital, mas também do interior do Estado. Neste ano, com o apoio da Lei Goyases do governo de Goiás, o evento conta mais uma vez com a parceria do Centro Cultural Cara Vídeo e da Escola de Teatro Gustavo Ritter. Estas parcerias são fundamentais para o engrandecimento da Semana do Teatro em Goiás ”, afirmou o ator do Grupo de Theatro Arte e Fogo e produtor do Evento, Sêmio Carlos.


    Confira a programação completa da 6ª Semana
    de Teatro de Goiás

    Tá Na Rua Tá No Palco

    Dia 20/03/2017 e 27/03/2017 Dia 20/03/2017

    12h Grupo de Theatro Arte e Fogo, peça, “Teatro Lambe-Lambe na Praça Bandeirante 20h Grupo de Theatro Arte e Fogo, peça, “Txuu-Looso – Raio de Sol” 21h. Homenagem ao Padre Sérgio e Entrega dos Troféus para os homenageados no C. C. Cara Vídeo

    Dia 21/03/2017

    16h Grupo de Theatro Arte e Fogo, peça, “O Dia da Caça”  na Praça São Domingos – Região Noroeste às às 19h – Cia Improvarte Goianésia,  peça, “Os Dois Extremos” no C. C. M. Cererê.  20h Grupo Teatral Cultura36, peça, “Fragmentos Poéticos” Bonfinópolis. No  C. C. M. Cererê

    Dia 22/03/2017

    16h Grupo de Theatro Arte e Fogo peça, “O Dia da Caça”  no Eldorado dos Karajá   às 20h Cia Teatral Abelharte, peça, “Alucinação, Diário de Um Viciado” – Jataí no C. C. Cara Vídeo.

    Dia 23/03/2017

    10h Grupo de Theatro Arte e Fogo, peça, “O Contador de Histórias do Cerrado”. Na Praça do Jacaré – Criméia Oeste. ”20h Grupo Encantarte de Teatro — Anicuns peça, “O Rico Azarento. No C. C. Cara Vídeo.

    Dia 24/03/2017

    Grupo Teatral Cultura36 Bonfinópolis, 9h Terminal da Praça da Bíblia; 12:00hs Praça do Bandeirante, 15h. Terminal Pelágio. Peça Mosaico Shakespeariano 17h Grupo Teatral Cultura 36 – Bonfinópolis,  peça, “Coralinas”  Na Rua do Lazer – Centro

    15h30 Grupo IPU – Núcleo de Estudos Corpo, Jogo e Criação Cênica” peça, “Maré de Histórias”  no Bosque dos Buritis 20h Trupe Bolinha The Teatro – Quirinópolis peça, “Pensão da Dona Virginalda” No C. C. Cara Vídeo

    Dia 25/03/2017

    16h Cia Oops! 20h Grupo Desencanto de Teatro- Trindade peça, “As Fadas Também Amam”  no C. C. M. Cererê.

    Peça, “Matheus e Matheusa”  No  Parque Flamboyant 21h Cia Teatro do Maleiro Formas Animadas y Títeres” peça, “Maria Bonita “Flor de Mandacarú” .C.C.M.Cererê

    ”17h Grupo Encantarte de Teatro — Anicuns  peça, “Os Esquisitos 3”

    No Parque Flamboyant — Dia 26/03/2017

    10h Cia Novo Ato,  peça, “O Príncipe Feliz”.  Na Praça Criméia Leste.  16h Indelicada Cia Teatral  peça, “O Príncipe” Caldas Novas  no  Parque Flamboyant 20h “Cia Bandeirantes”,  peça, “Coisando o Trem” No C. C. Cara Vídeo

    Dia 27/03/2017

    12h Grupo de Theatro Arte e Fogo, peça, “Teatro Lambe-Lambe  na Praça Bandeirante Dia 27 Dia Internacional do Teatro

    19h Troféu Gustav Ritter;

    20h. Cia de Teatro Gustav Ritter, peça “12 Homens e Uma Sentença” no Teatro Goiânia

    Dia 28/03/2017

    20h. Cia Oops de Teatro, Peça, “Olho” no Teatro Goiânia.

    Dia 29/03/2017

    20h Cia Oops de Teatro, Peça, “Gato Preto” No Teatro Goiânia

    Fonte: Diário da Manhã

  • Apresentação cultural de dança italiana anima o dia no Terminal Padre Pelágio

    26/01/2017 Categoria: Rota Cultural

    A quinta-feira (26) foi diferente no Terminal Padre Pelágio, localizado no Setor Ipiranga, região noroeste da capital. Para mudar a rotina, espantar a preguiça e alegrar os clientes da RMTC, uma turma animada e cheia de energia deu uma aula de disposição. O grupo Terceira Dança do Centro de Convivência de Idosos Cândida de Morais (CCI-CM), unidade da Organização das Voluntárias de Goiás (OVG), realizou um aulão público com apresentação da dança popular italiana Tarantela. Ao final, os usuários do transporte coletivo foram convidados para um grande bailão.

    A atividade cultural proposta pelo grupo teve a orientação do professor Mauro Mendes da Silva, que duas vezes por semana ministra aulas na unidade da OVG. O grupo de dançarinos, com idades entre 60 e 85 anos, convidou crianças, jovens e adultos que estavam no terminal para dançar. Os ritmos foram da dança italiana, passando pelo forró pé-de-serra, o samba e o bolero.

    Ao ver o grupo de idosos com o figurino da dança italiana, Raiana Santana dos Santos, 9 anos, ficou encantada. Quando soube que poderia participar, foi a primeira a entrar na roda e seguir as orientações do professor. “Gosto muito de dança e até já me apresentei na minha escola”, disse.

    O aposentado Ady Araújo Santana, 56 anos, mora sozinho perto do Terminal Padre Pelágio. Para fugir da solidão, Ady pega um ônibus e anda pela cidade. Ele frequenta um salão de dança no Bairro Feliz e ficou entusiasmado com a programação multidisciplinar do CCI-CM.

    A ação cultural agradou também Vanderlúcia, cliente do transporte público. Ela estava na fila para embarcar no Eixo Anhanguera com destino ao Terminal Bíblia. Ela ficou contente com a animação de todos que participavam e até esperou um pouco mais para embarcar. “As ações culturais alegram o dia dos que frequentam diariamente os terminais”, relatou.

    Mauro Mendes é professor há um ano do CCI Cândida de Morais. Para ele, as aulas ajudam na autoestima, as dinâmicas incentivam os idosos a ficarem ativos, além de exercitar o corpo e a mente e trabalhar a socialização. A integrante do grupo Terceira Dança, Maria Gercina de Lima, 80 anos, frequenta a unidade há 2 anos. Ela confessou que as atividades mudaram sua vida. “O dia que eu consigo levantar e andar um pouco, vou para a aula de dança. Se eu pudesse morava no Cândida de Morais”, afirmou.

    O Centro de Convivência Cândida de Morais oferece diversas atividades gratuitas para pessoas a partir de 60 anos de idade. De acordo com a gerente do CCI-CM, Ana Celina Machado, são ofertadas 11 oficinas: inclusão digital; treinamento funcional (equilíbrio e fortalecimento muscular); atividades pedagógicas; jogos lúdicos; coral; teclado; dança, beleza, além de sessão de cinema e trabalhos manuais. Diariamente, cerca de 110 idosos são recebidos para participar de alguma atividade. Por mês, o CCI-CM recebe cerca de 440 idosos. Para se inscrever em alguma das atividades basta levar a cópia do RG e do comprovante de endereço, além de muita disposição.

    Os terminais de integração da região metropolitana de Goiânia contam com uma programação cultural permanente que desde julho do ano passado tem levando ações das diversas linguagens artísticas aos clientes da RMTC.

     

  • Terminal Padre Pelágio recebe apresentação de Tarantela nesta quinta-feira

    25/01/2017 Categoria: Rota Cultural

     

    Governo Junto dos Idosos CCI_CM 006

    O Terminal Padre Pelágio recebe, na manhã desta quinta-feira (26), o grupo Terceira Dança do Centro de Convivência de Idosos Cândida de Morais (CCI-CM), que fará uma apresentação da dança popular italiana intitulada Tarantela. O grupo, que é coordenado pelo professor Mauro Mendes da Silva, se apresentará gratuitamente, às 9 horas, para os clientes do transporte público coletivo que estiverem no terminal.

    O CCI-CM é uma unidade da Organização das Voluntárias de Goiás (OVG) que oferece atendimento multidisciplinar a pessoas com mais de 60 anos. O intuito da unidade é de estimular a interação social, troca de experiência, além de valorizar os idosos.

    Serviço:
    O que: Apresentação Cultural “Tarantela”
    Onde: Terminal Padre Pelágio
    Quando: 26/01 – quinta-feira, às 9h
    Gratuito para os clientes do transporte público que estiverem no terminal

Categorias

Posts recentes

Tags