• Ética e gentileza: ferramentas fundamentais da vida em sociedade

    28/02/2018 Categoria: Projetos e ações

    Na vida em sociedade é comum nos depararmos com padrões éticos como, por exemplo, em escolas e empresas, que aplicam sobre seus alunos e funcionários regras internas como mecanismo para o alcance de metas e objetivos através de um bom andamento nos seus processos de trabalho. Entendida como um conjunto de princípios e valores morais, a ética tem fundamental importância para o convívio humano em sociedade. Ela, porém, depende da consciência e da ação conjunta de todos os cidadãos envolvidos. Como resultado fica o alcance de um ambiente no qual é colocado em prática o conhecido slogan “gentileza gera gentileza”.

    No transporte público coletivo essa lógica não se difere. O convívio diário com motoristas e outros funcionários, bem como com outros passageiros nos oferece inúmeras oportunidades de exercer nossa conduta ética e, assim, nos tornarmos pessoas melhores em um mundo melhor. Um simples “bom dia” pode tornar mais leve o dia de um motorista que, com esforço e dedicação, transporta centenas e até milhares de pessoas em diversas viagens. Os passageiros, ao compartilharem entre si o espaço dos ônibus, têm em suas mãos um eficiente instrumento para tornar seus percursos e seus dias melhores: a ética que, por sua vez, vem sempre acompanhada do respeito!

    Em Goiânia, o motorista Robson ficou popular ao iniciar suas viagens com um educado cumprimento e desejo de bom dia aos passageiros.

    Em um ambiente coletivo a diversidade é característica intrínseca, tendo em vista que múltiplas identidades ali se reúnem. Como um aspecto natural, os mais jovens são mais fortes e ágeis, enquanto os idosos já encontram algumas dificuldades de locomoção. Os jovens, porém, também podem se encontrar em condições mais restritas quando, por exemplo, se tratam de grávidas, pessoas com alguma deficiência, pessoas obesas ou aquelas que tenham sofrido alguma lesão ou fratura.

    Para tornar nossas viagens e nossos dias melhores, cabe a cada um de nós reconhecermos quando há alguém que necessite de mais cuidados. Seja dando espaço a alguém no momento do embarque, segurando os objetos para outro passageiro que esteja em pé ou simplesmente cumprindo as regras de prioridade aos assentos destinados a idosos, grávidas, pessoas obesas ou com deficiência, todos podem ajudar! Experimente! Seja gentil!

    Como medida educativa, o RedeMob Consórcio, junto ao Ministério Público do Estado de Goiás, desenvolveu a campanha “Respeito não tem acento mas o assento exige respeito”, que visa estimular a todos os usuários do transporte público coletivo da RMG a praticarem as regras de prioridade aos assentos.

  • Polícia Militar reforça efetivo nos ônibus do Eixo Anhanguera para garantir a segurança de clientes do transporte público coletivo

    23/02/2018 Categoria: Projetos e ações

    80 policiais dos batalhões Rodoviário, Ambiental e de Eventos atuarão de maneira preventiva nos Terminais de Integração, Estações e veículos do Eixo Anhanguera

    A nova fase da Operação Embarque Seguro foi lançada pela Polícia Militar (PM), na manhã desta sexta-feira (23), no Terminal Padre Pelágio, com o objetivo de atuar preventivamente contra roubos e furtos, reduzindo ações criminosas dentro dos veículos do Eixo Anhanguera e em Terminais de Integração.

    Estiveram presentes no lançamento, o secretário de Segurança Pública de Goiás, Irapuan Costa Júnior; o subcomandante Geral, Coronel Ricardo Rocha; o comandante do Comando de Policiamento da Capital (CPC), coronel Ricardo Mendes; o subcomandante do CPC, tenente-coronel Marreiros e vários comandantes de unidades pertencentes ao CPC.

     

    Segundo o coronel Ricardo Mendes, a operação contará com o efetivo de várias unidades, dentre elas do Batalhão Ambiental, Batalhão de Eventos com o incremento de 80 policiais na operação, que iniciou reforçada hoje às 5 horas.

    “Haverá a presença de uma viatura da PM em todos terminais ao longo do Eixo Anhanguera, além do Terminal Vera Cruz, e ações dentro dos ônibus”, garantiu o coronel Ricardo Mendes, ao mencionar que as abordagens serão legais e seguras. Além disso, o comandante ainda disse que a ação trará sensação de segurança ao levar presos as pessoas suspeitas.

    O gerente de Segurança de Transportes do RedeMob Consórcio, Sandro Guimarães, ressaltou que, o incremento de policiais e a nova metodologia tática empregada junto às manchas criminais no transporte público coletivo promoverá redução da violência dentro dos ônibus, estações e terminais do Eixo Anhanguera.

    WhatsApp da Segurança

    O cliente do transporte público coletivo pode denunciar qualquer crime ou ação suspeita dentro do ônibus ou no terminal, através do WhatsApp de Segurança. Basta encaminhar todos os detalhes possíveis para o número (62) 9.8591-8952.

    A mensagem é recebida a partir do posto da Central de Segurança de Transportes, do RedeMob Consórcio, que atua dentro do Comando de Operações da Polícia Militar (COPOM). Após apurada, é enviada uma viatura ao local para interceptar o veículo e dar o apoio necessário à ocorrência do cliente.

  • Campinas começa a abolir pagamento em dinheiro nos ônibus municipais

    09/02/2018 Categoria: Projetos e ações

    A partir de 17 de fevereiro, 40 linhas que circulam pelo terminal central da cidade só aceitarão pagamento em QR Code ou Bilhete Único

    ALEXANDRE PELEGI

    No dia 17 de fevereiro, sábado pós-carnaval, as passagens de ônibus das 40 linhas que saem do Terminal Central de Campinas só poderão ser pagas de duas formas: através de Bilhete Único ou pelo sistema QRCode.

    Como anunciado anteriormente, a medida se estenderá gradativamente a todas as linhas municipais. Uma ação do Ministério do Trabalho contra as concessionárias, em maio do ano passado, questionou o acúmulo de função dos motoristas, que operavam também como cobradores.

    Para a associação das empresas permissionárias do sistema de transporte coletivo, a Transurc, a abolição do dinheiro em espécie no interior dos ônibus vai tornar o embarque mais ágil, além de aumentar a segurança dos passageiros.

    A previsão inicial era que a medida de implantação do QRCode em todo o sistema de ônibus da cidade fosse colocada em prática a partir de dezembro de 2017, data que foi postergada para 17 de fevereiro de 2018.

    Em publicação no Diário Oficial em 2017, a secretaria municipal de transportes de Campinas regularizou a comercialização e a operação dos bilhetes QRCode, que terão validade de apenas 30 dias após a emissão e não poderão ser usados nas integrações do sistema.

    LOCAIS DE PAGAMENTO POR QRCODE

    Para quem não possui o Bilhete Único, o bilhete impresso com QRCode pode ser adquirido em locais credenciados.

    No entorno do Terminal Central são 17 postos autorizados a comercializar o bilhete. Além disso, para otimizar o embarque, funcionários da Transurc venderão o QRCode diretamente nas plataformas de embarque até as 21h.

    Locais de venda do QRCode – entorno do Terminal Central de Campinas

    Banca Lima – Avenida Franscisco Glicério, 919

    Banca Bem-vindo – Rua Dr. Costa Aguiar, 701

    Banca do Miro – Avenida Dr. Campos Sales, 663

    Banca Barboza – Rua Cônego Cipião, 157

    Casa do Norte – Rua Cônego Cipião, s/nº, Box 33

    Açougue Megacarnes – Praça Marechal Floriano Peixoto, 302

    Cantinho do Espeto – Avenida Dr. Campos Sales, 564

    Banca da Vó – Avenida Senador Saraiva, 444

    Banca Nico – Avenida Francisco Glicério, 601

    Farmácia Salles – Avenida Dr. Campos Sales, 402

    Farmacenter – Avenida Dr. Campos Sales, 312

    Banca do Álvaro – Avenida Ferreira Penteado, FT.773

    Café Sabor & Cia – Rua Marechal Deodoro, 58

    Banca do Vinagre – Rua Costa Aguiar, Box 9, nº 600

    A Maranata Livraria Evangélica – Rua Treze de Maio, 130

    VHY Comércio – Rua Ferreira Penteado, 390

    Banca da Alessandra – Rua José Paulino, s/nº, esquina com Avenida Dr. Moraes Sales

    Alexandre Pelegi, jornalista especializado em transportes

  • Performances teatrais chamam atenção para segurança e respeito nos Terminais Diadema e Piraporinha da EMTU

    24/01/2018 Categoria: Projetos e ações

    Dupla de atores interagirá com usuários sobre respeito e educação no interior dos terminais e dos ônibus

    ALEXANDRE PELEGI

    Segurança no trânsito e respeito nos transportes coletivos são os temas de campanha que a EMTU promove a partir desta quarta-feira, 24 de janeiro, nos terminais de Diadema e Piraporinha da EMTU. As ações seguem até o dia 26, sexta-feira.

    De forma lúdica e divertida, uma dupla de atores fará intervenções teatrais abordando os usuários para interagir, e ao mesmo tempo chamar sua atenção em relação a temas importantes no interior dos terminais.

    São assuntos comuns no dia a dia dos passageiros, como a segurança na travessia entre as plataformas, que deve ser feita sempre pelas faixas de pedestres, e a necessidade de uso adequado de mochilas, de fones de ouvido e transporte de grandes volumes no interior dos ônibus, para não incomodar os demais passageiros.

    Nesta quarta-feira (24/01) o primeiro evento será no Terminal Metropolitano Diadema. Na quinta (25/01) e sexta-feira (26/01), a dupla de atores fará sua performance no Terminal Metropolitano Piraporinha.

    A ação resulta de parceria entre a EMTU e a prefeitura do município.

    Respeitar os assentos reservados e dar prioridade para o embarque de pessoas com necessidades especiais e idosos, são assuntos que também serão temas nas esquetes teatrais, que ocorrem na parte da manhã, entre 9 e 11 horas, e à tarde, das 13 às 15 horas.

    Evento – Teatro para Educação no Trânsito

    Data: 24/01

    Local: Terminal Metropolitano Diadema

    Endereço: Av. Conceição, 7.000 – Parque Mamede – Diadema – SP

    Horário: manhã – das 9 às 11 horas; tarde  – das 13 às 15 horas

    Data: 25/01 e 26/01

    Local: Terminal Metropolitano Piraporinha

    Endereço: Av. Piraporinha, 1.956 – Piraporinha – Diadema – SP

    Horário: manhã – das 9 às 11 horas; tarde – das 13 às 15 horas

    Alexandre Pelegi, jornalista especializado em transportes

  • Projeto leva exposição de fotografias a terminais do Eixo Anhanguera

    07/12/2017 Categoria: Projetos e ações

    Mostra ‘Céu de Anil’ é promovida pela RMTC

    A Rede Metropolitana do Transporte Coletivo (RMTC) realiza uma exposição de fotos nos terminais Praça da Bíblia e Padre Pelágio, em Goiânia. A mostra ‘Céu de Anil’ foi aberta no domingo (3/12) e segue até o dia 3 de fevereiro de 2018. As imagens refletem a riqueza cultural e religiosa do povo brasileiro e goiano.

    As fotografias expostas são do fotógrafo Wagner Araújo, e a curadoria da exposição é de Diógenes Moura, ex-curador da Pinacoteca de São Paulo. Entre as imagens, que têm um olhar mais artístico do que documental, estão registros das Congadas e Cavalhadas, retratos dos índios Kayapó e Krahô e muito mais.

    Segundo Wagner, a mostra reúne fotografias tiradas entre os anos de 2005 e 2016 em diferentes cidades brasileiras. “A exposição no terminal é uma experiência nova na minha carreira. A intenção é fazer com que as pessoas se identifiquem com as imagens, já que as fotos retratam a cultura e formação do nosso povo”, disse o fotógrafo em entrevista ao jornal A Redação.

    O gerente de marketing da RMTC, Fernando Noleto, explica que a exposição faz parte de um projeto da Rede que visa levar ações culturais para os terminais de Goiânia. “Levar cultura e informação para os passageiros do transporte público é muito importante. Acredito que a arte faz com que o trajeto fique mais leve e prazeroso para os passageiros”, explicou ao AR.

    O presidente da Metrobus, Marlius Braga Machado, também ressaltou a importância desse tipo de iniciativa nos terminais do Eixo Anhanguera.  “Desde o ano passado colocamos os terminais à disposição para receber a exposição e é muito interessante ver hoje a ‘Céu de Anil’ exposta aos clientes. Além de harmonizar esses espaços, também é uma forma de democratizar a arte, expondo, por exemplo, algumas particularidades da cultura indígena aos mais de 220 mil clientes que passam pelo Eixo Anhanguera.”

    Para o diretor executivo do RedeMob Consórcio, Leomar Avelino, é importante que em um ambiente com grande fluxo de pessoas haja espaço para os eventos culturais. “Temos muita satisfação em realizar estes eventos nos terminais, inclusive já concretizamos outros projetos. A cultura agrega sentido à vida das pessoas e faz parte de nossos valores cuidar das pessoas em nosso caminho, proporcionando a melhor experiência aos clientes que usam diariamente o transporte coletivo”.

    Exposição
    As 50 fotografias feitas por Wagner Araújo abordam as profundas manifestações de arte e religiosidade goianas e brasileiras a partir de uma visão poética e não apenas documental. As imagens revelam a miscigenação e pluralidade do povo brasileiro, suas manifestações culturais, e propõem uma reflexão sobre nossa ancestralidade.

    Para o curador da mostra, Diógenes Moura, a exposição sugere um instante de reflexão no trânsito dos terminais rodoviários, justamente no fluxo do dia a dia onde cada um dos transeuntes que por ali passam têm a possibilidade de olhar para si mesmo e rever o que lhes pertence: a Cavalhada em Pirenópolis, as Congadas em Goiás e Catalão, os retratos dos índios Kayapó, Krahô, os encontros de cultura na aldeia Multiétnica em São Jorge e Alto do Paraíso, a louvação à Yemanjá, em Salvador, na Bahia.

    “Porque o que é nosso, nos pertence, não se apaga, não se lastima. Pertence porque trata da nossa história. Pertence ao nosso corpo, ao conflito permanente entre dor e prazer que temos que enfrentar diariamente. Aqui está o Céu de Anil. Eis a nossa liberdade para existir, cantar, dançar, entrar em transe, e gritar, cada vez mais. Simplesmente porque somos vencedores”, ressaltou o curador.

    Céu de Anil foi contemplado pelo Fundo de Arte e Cultura do Estado de Goiás 2016, do Governo do Estado de Goiás, por meio da Secretaria Estadual de Educação, Cultura e Esporte (Seduce), e fica em cartaz até 03 de fevereiro.

    Fonte: A Redação.

Categorias

Posts recentes

Tags